FETRACOM | Fetracom - Federação dos Trabalhadores no Comércio nos Estados de Goiás e Tocantins

Notícias

Notícias Fetracom

Semana do Brasil será termômetro para varejo

Publicado em : 03/09/2020

Fonte : O Popular -

A Semana do Brasil começa hoje e promete dez dias seguidos de promoções no comércio. Uma iniciativa nacional que está apenas no segundo ano, mas servirá de termômetro para o varejo em meio à pandemia de coronavírus. Ela antecede as principais datas para as vendas (Black Friday e Natal) e a expectativa, segundo a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Goiás (FCDL-GO), é de que 30 mil empresas participem da campanha com descontos que variam de 5% a 70%.

A expectativa é de que o atrativo possa movimentar mais as vendas para ajudar os varejistas na retomada após o fechamento das lojas, que ocorreu por conta das medidas adotadas para tentar conter o avanço da Covid-19 no Estado.

Levantamento da FCDL-GO feito com 68 Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) mostra que o faturamento da Semana do Brasil 2020 deve ser puxado especialmente pela venda de roupas e artigos de vestuário, aparelhos celulares e acessórios e eletroeletrônicos.

Para 47,1% das CDLs, a estimativa é de que o consumidor gaste entre R$ 50 e R$ 100, em média. Para o presidente da FCDL-GO, Valdir Ribeiro, a expectativa ainda assim é boa, porque é esperado que a ação possa superar as vendas do ano passado, que representaram para o período aumento de 12% em comparação ao que ocorreu em setembro de 2018, quando não existia essa iniciativa. Participaram da primeira edição 14 mil comerciantes goianos.

“É um momento oportuno de fazer a primeira grande campanha promocional. E o consumidor não precisa correr, terá tempo de pesquisar e pode optar pela compra on-line”, pontua sobre a ação que ocorre até o dia 13 de setembro. Ele lembra também que para as lojas é oportunidade de oferecer além do que está em promoção ao atrair o comprador. “A grande maioria ainda pretende comprar de forma presencial. Neste momento que o País atravessa, as pessoas ficam com medo de comprar, mas com vantagem podem comprar até mais.”

Por isso, ele defende que os próximos dias servirão para medir o apetite do consumidor e auxiliar nas estratégias de uma “retomada definitiva” e manutenção de empregos no setor. De outro lado, é também oportunidade para dar destino às mercadorias em estoque ao mesmo tempo em que há dificuldade de receber produtos da indústria.

Estoque

Diante desse paradoxo, o gerente da Fast Shop do Goiânia Shopping, Wilker Tanure, explica que, para a data, considerada importante diante do cenário econômico, a aposta será para a parte de equipamentos para cozinha. Segundo ele, a empresa estima que o período tem estimulado muitas pessoas a utilizar mais esse cômodo da casa. Ele diz que os descontos vão focar o que já possuem em estoque. “Será um termômetro para a nossa ‘Golden Friday’, o Dia dos Pais foi o primeiro teste”, diz.

A aposta é em múltiplos canais para as vendas, e-commerce, drive-thru, delivery, além da loja física. Estratégia que lojistas de outros centros de compra também mantêm para o período de promoção.



Temporários já chegam ao comércio em Goiânia

Temporários já chegam ao comércio em Goiânia

 22/10/2020

 O Popular

A temporada de contratações para as vendas de Natal no comércio de Goiânia este ano se confunde com uma reposição do quadro de funcionários desligados durante os decretos de isolamento social. Além das vagas de trabalho temporário [...]









Ministério Público propõe limites ao home office

Ministério Público propõe limites ao home office

 05/10/2020

 Estado de São Paulo

Com o trabalho remoto durante a pandemia se tornando o modelo-padrão para muitas empresas daqui para frente, o Ministério Público do Trabalho (MPT) avisou que irá intensificar a fiscalização das condições dos trabalhadores que [...]