FETRACOM | Fetracom - Federação dos Trabalhadores no Comércio nos Estados de Goiás e Tocantins

Notícias

Notícias Fetracom

Justiça do Trabalho vai ter R$ 1 bilhão a menos em 2020

Publicado em : 16/09/2019

Diante do fim da regra que permite à União compensar eventuais desrespeitos ao teto de gastos por outros Poderes, a Justiça do Trabalho é uma das áreas que estão em maior aperto. O limite de despesas do órgão terá uma redução de mais de R$ 1 bilhão (-5,4%) em relação a 2019. Para se adequar, a Justiça do Trabalho cortou o programa e o valor da bolsa de estágio e dispensou funcionários terceirizados que trabalhavam na limpeza e vigilância. O Orçamento para o ano que vem prevê 88,38% dos gastos para folha de pagamento.

Outras medidas foram a adequação do horário de funcionamento dos prédios para poupar luz e água, restrição à compra de passagens aéreas, redução de horas extras, proibição de trabalho aos sábados, domingos e feriados e preferência na contratação de palestrantes que não demandem gastos com deslocamento. Mesmo assim, o órgão diz que enfrentará dificuldades. “A redução orçamentária prevista para 2020 compromete o funcionamento da Justiça do Trabalho, especialmente as atividades essenciais à jurisdição”, afirmou, em nota.

Defensoria
Já a Defensoria Pública da União terá uma queda de 4,9% no seu limite de despesas. Embora tenha mudado de endereço, cortando o valor do aluguel mensal de R$ 1,18 milhão para R$ 695 mil, o órgão informou que o encolhimento do teto vai inviabilizar a continuidade do plano de interiorização da Defensoria.

A Justiça Federal perdeu um espaço para gastos de R$ 300 milhões em 2020 e também antevê situação de aperto. “Todos os esforços estão sendo ensejados, com revisão de prioridades e redução de custos, para que essas dificuldades sejam minimizadas”, diz a Justiça Federal.

Caso alguns órgãos fiquem sob risco de descumprir o teto, outros do mesmo Poder teriam a opção de ceder uma parte do seu limite para evitar as sanções. Se as justiças do Trabalho ou Federal estourarem o teto, por exemplo, o Supremo Tribunal Federal (STF) pode compensar o excesso.

Essa opção pode ser de interesse dos órgãos, porque há hoje uma dúvida jurídica sobre se todas as áreas de um mesmo poder devem sofrer sanções quando apenas uma delas descumpre o limite de despesas.

Livres de compensação
Enquanto isso, Câmara dos Deputados, Senado Federal, Tribunal de Contas da União e Conselho Nacional de Justiça estão entre os órgãos que afirmam não terem utilizado a compensação da União para cumprir o teto nos anos anteriores. Restrição a novas contratações e revisão de contratos estão entre as medidas adotadas para poupar recursos.

O Supremo Tribunal Federal (STF) informou que sua despesa entre 2019 e 2020 terá uma queda de 34% em valores reais. A Corte disse ainda que está investindo em automação de trabalhos para evitar novas contratações. Já a Procuradoria-Geral da República (PGR) afirmou que está revisando contratos e reduzindo gastos com diárias e passagens, além de empreender um esforço para quitar despesas de anos anteriores – acumuladas nos chamados restos a pagar.

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), a Justiça Militar da União e o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) disseram que os ajustes nas despesas já estão em curso desde a aprovação do teto de gastos e que o limite para 2020 não causará prejuízo ao funcionamento de suas atividades.




Trabalhador pode deixar de receber bilhões do FGTS

Trabalhador pode deixar de receber bilhões do FGTS

 11/11/2019

 O Popular

Amanhã é o último dia para o trabalhador propor ação na Justiça do Trabalho referente à cobrança de valores não depositados ou a pagamentos em valores incorretos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) nos [...]



Nova reforma trabalhista avança no governo

Nova reforma trabalhista avança no governo

 07/11/2019

 Follha de São Paulo

Núcleo de Ives Gandra Martins Filho, ministro do TST, enviou relatório na segunda (4). Os grupos criados pelo governo há dois meses para desenhar a nova rodada de mudanças na lei trabalhista começam a entregar seus relatórios. O [...]


13º salário injeta R$ 5,6 bi na economia

13º salário injeta R$ 5,6 bi na economia

 06/11/2019

 O Popular

O pagamento do 13º salário aos trabalhadores do mercado formal dos setores público e privado e aos aposentados e pensionistas do INSS deve injetar cerca de R$ 5,6 bilhões na economia goiana até o fim de 2019. A chegada deste recurso extra é sempre [...]


McDonald's demite presidente por se relacionar com funcionária

McDonald's demite presidente por se relacionar com funcionária

 04/11/2019

 Folha de São Paulo, Financial Times e The Wall Street Journal

O McDonald's demitiu seu presidente-executivo, o britânico Steve Easterbrook, 52, após descobrir que ele mantinha um relacionamento com uma funcionária, numa violação à política da cadeia de fast food.  A [...]


Prazo para reclamar FGTS cai para 5 anos

Prazo para reclamar FGTS cai para 5 anos

 04/11/2019

 O Popular

A partir de 13 de novembro, muda de 30 para 5 anos o prazo de prescrição aplicável à cobrança de valores não depositados no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), passando a valer o que estabelece a Constituição para os [...]



ARTIGO O POPULAR: Produzindo escombros

ARTIGO O POPULAR: Produzindo escombros

 28/10/2019

Emprego nos dias atuais é mercadoria de luxo. Toda situação que envolve fechamento de empresas atinge como um torpedo o comércio varejista ou atacadista que desde 2015 é estraçalhado pelas crises de mercado, políticas, etc e tal. O [...]




Caixa abrirá no sábado para pagar FGTS a não correntistas

Caixa abrirá no sábado para pagar FGTS a não correntistas

 17/10/2019

 O Estado de São Paulo

A Caixa Econômica Federal inicia sexta-feira a liberação de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para quem não possui conta no banco. Para atender os trabalhadores, o banco estatal informou que terá horários de atendimento [...]