FETRACOM | Fetracom - Federação dos Trabalhadores no Comércio nos Estados de Goiás e Tocantins

Notícias

Notícias Fetracom

Caiado determina que pagamento do IPVA e licenciamento seja feito a partir de agosto

Publicado em : 30/03/2020

O governador Ronaldo Caiado (DEM) publicou em seu Twitter no início da tarde desta segunda-feira (30) a determinação para que o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO), não cobre juros sobre o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e licenciamento e que além disso o pagamento seja feito somente a partir de agosto, conforme nova tabela de datas. 

Com isso o pagamento da terceira parcela ou cota única para veículos com placa final 1, que venceria nesta segunda-feira (30), poderá ser feito no dia 6 de agosto.  A mudança integra o pacote de ações que busca minimizar os impactos das medidas de combate ao Coronavírus  (Covid 19).

A terceira parcela de IPVA ou cota única para veículos com placas final 2, que venceria no dia 6 de abril, foi prorrogada para 6 de agosto. Já a segunda parcela do imposto para final 3 foi prorrogada para 6 de julho. Os proprietários de veículos com placas final 4 terão dois meses a mais para iniciar o pagamento do IPVA, a primeira vencerá em 1 de junho. As cotas únicas vencerão só a partir de agosto.

Em Goiás, os proprietários de veículos têm a opção de pagar o IPVA parcelado em três vezes ou em cota única, com Licenciamento, Seguro Obrigatório (DPVAT) e eventuais multas de trânsito. O Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) é liberado após a quitação de todos os débitos.

 

Confira o novo Calendário de Vencimento de IPVA e Licenciamento em Goiás:

 

 

 

 

Retornar





Enel Goiás parcela contas atrasadas em até 8 vezes

Enel Goiás parcela contas atrasadas em até 8 vezes

 21/05/2020

 O Popular

Em meio às dificuldades que a pandemia de coronavírus provoca, a Enel Distribuição Goiás flexibilizou o parcelamento das contas de energia elétrica em atraso. A partir desta semana, a empresa passa a permitir a isenção de juros para [...]








STF reconhece covid-19 como doença ocupacional

STF reconhece covid-19 como doença ocupacional

 06/05/2020

 Uol

O STF (Supremo Tribunal Federal) suspendeu em decisão liminar a eficácia do artigo 29 da MP 927, o qual previa que “os casos de contaminação pelo coronavírus (covid-19) não serão considerados ocupacionais, exceto mediante [...]